CÍCLOPES

Com a idéia de levar um clássico para as ruas e espaços alternativos, a Cia Brasileira de Mystérios e Novidades com seu teatro literalmente nas alturas (pernas de pau), propõe um espetáculo com sua marca de circo dramático.  A Companhia faz uma adaptação livre do drama satírico “O Ciclope”, de Eurípedes. O autor extraiu do Canto IX da Odisséia, em que Homero relata as aventuras de Ulisses na caverna do cíclope Polifeno, o mito que serve de suporte ao drama satírico, uma espécie de tragédia um pouco mais curta que, pela mistura do grotesco e do sério, tornou-se uma tragédia bem-humorada

Com direção de arte de Helio Eichbauer e figurinos de Carlos Veiga e Caetana Dias a Companhia dá continuidade à sua trajetória de trabalhos com teatro de rua criando um espetáculo que une o erudito com o popular, o sagrado com o profano.

Voltar